11 dicas para educar seu cão filhote

menina e cachorro brincando-adestrando filhote-pingo e a bicharada blog

Foto: Stan Fellerman/Corbis

A maioria das pessoas adora e dá preferência por adotar filhotes. Vou dar algumas dicas aqui de como educar esse pequeno para que não leva vícios e manias para a fase adulta.

A primeira coisa a se ter em mente é o seguinte: seu cão chegou à fase adulta com problemas de comportamento? Com certeza a culpa é sua.

Leia também:
10 razões para adotar um cão adulto
Encontrei um cão, o que faço agora?

Isso acontece porque geramos neles comportamentos que são fofos quando filhotes, mas pode ser um desastre quando ele cresce. Bom, vamos lá.

Dicas:

1) Se você não tem tempo nem paciência para educar um cão, não adote um filhote. Eles demandam muita atenção, pois estão em fase exploratória e lutam por seu lugar dentro da hierarquia da sua família. Cães adultos aprendem seu lugar mais rapidamente e são muito mais calmos, veja em 10 razões para adotar um cão adulto.

2) Xixi no lugar certo: Nunca bata no seu cão! Simplesmente porque se você agredi-lo ele vai entender que precisa se comportar da mesma maneira para ganhar sua atenção e liderança. Se você pega-lo no flagra, jogue uma lata com moedas ou pregos sem que ele te veja. O susto vai faze-lo parar e achar que sempre que fizer xixi ali vai ser surpreendido. Atenção: ele não pode te ver nem te ouvir, senão vai associar a bronca a você e vai pensar que não pode fazer na sua frente, mas pode quando você estiver longe.

Se ele fizer e depois horas você ver, não adianta dar bronca, os cães não associam o momento do “fazer xixi” com o momento da bronca. Pegue um jornal, molhe no xixi e coloque onde você quer que ele faça. Limpe o local com produto que elimina o odor. Atenção: Não limpe na frente dele, isso pode fazer com que ele passe a beber urina ou comer fezes para te imitar.

3) Roer móveis: passe produtos naturais e não-tóxicos nos locais a evitar que ele chegue perto. Pimenta às vezes funciona, mas existem cães que adoram pé de mesa apimentado. Ofereça a ele brinquedos e ossos, mas não deixe à vontade, assim você evita que ele se desinteresse pelo objeto. Brinque bastante com ele!

4) Brincando de morder: Compre brinquedos, mas não brinque de cabo-de-guerra nem deixe que morda sua mão. Ao permitir essas duas brincadeiras você está treinando a agressividade do seu cão. Isso pode deixa-lo agressivo e morder quando adulto.

5) Comida: Não deixe que ele rosne para você ou outras pessoas e cães enquanto come, senão pode ficar agressivo por comida. Se ameaçar rosnar, tire a comida (sem dar bronca nem dizer nada, somente ignorando-o) e ofereça em outro momento. Dê reforço positivo (carinho, petisco) quando ele tiver bom comportamento.

6) Cavando jardim: enterre as fezes do cão nos locais que ele costuma cavar.

7) Não quer que ele suba na cama ou no sofá quando adulto? Não permita que ele faça isso quando filhote, nem no colo! Se não você vai ter que desconstruir um comportamento que você mesmo incentivou.

8) Passeie com ele todos o dias! O ideal é duas vezes por semana, por pelo menos 30 minutos cada passeio. Filhotes têm muita energia e precisam de atividades para utiliza-la, isso evita muitos transtornos dentro de casa.

9) Choro/ latido excessivo: ignorar é o melhor, se não for possível, faça a punição descrita no tópico 2.

10) Assim como acontece com crianças, tire todo e qualquer objeto e/ou bibelô que esteja ao alcance dele e que você não quer que ele pegue.

11) Ofereça apenas ração e petiscos próprios para cães com moderação, para evitar problemas de saúde e para não incentiva-lo a desejar comida humana.

A regra é muito simples: reforço positivo para bom comportamento, o que inclui comida, passeios, petiscos e carinho e reforço negativo para comportamento ruim, o que inclui ignora-lo. Nunca grite ou bata no cão!

O passeio é um assunto dá pano pra manga, por isso fica para um próximo post 🙂

Anúncios

Um pensamento sobre “11 dicas para educar seu cão filhote

  1. Pingback: Cães facilitam aceitação da terapia para crianças com autismo | Pingo e a Bicharada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s